segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Parque Nacional do Itatiaia


 O Parque Nacional do Itatiaia abrange os municípios de Itatiaia e Resende no Estado do Rio de Janeiro e Bocaina de Minas e Itamonte no Estado de Minas Gerais, 
 A Unidade está localizada entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, próximo à Rodovia Presidente Dutra,
Saindo do Rio de Janeiro ou São Paulo, o visitante deve seguir pela Rodovia Presidente Dutra (BR 116) até a cidade de Itatiaia, na altura do km 318. A viagem dura aproximadamente 2h 30min vindo do Rio de Janeiro e 3 horas saindo de São Paulo.
  A parte baixa caracteriza-se principalmente por sua vegetação exuberante e generosos cursos d'água, com diversas áreas apropriadas para banho. Tem fácil acesso a partir da Via Dutra e recebe o maior fluxo de turistas do Parque .

O valor de ingresso individual é R$ 25,00. O visitante brasileiro tem desconto de 50%, ou seja, paga R$ 12,50. Importante salientar que Menores até 12 anos de idade e maiores a partir de 60 anos são isentos de taxas , O Parque não aceita cheques nem cartões, e é proibido a entrada de animais domésticos exceto cão guia.
Atenção: Em épocas de chuva oriente-se com a administração do parque sobre a possibilidade de ocorrência de trombas d ´água, pois elas inviabilizam o acesso às cachoeiras. A tromba d´água é um fenômeno decorrente do acúmulo de água na cabeceira do rio, provocando uma enchente repentina arrastando o que estiver em seu curso.
O QUE FAZER
  • Banhos de cachoeira: na Parte Baixa, os locais para banho são o Lago Azul e as cachoeiras do Complexo do Maromba: Piscina do Maromba, Véu de Noiva e Itaporani. Já na Parte Alta, boas opções para banho são a Cachoeira das Flores e a Cachoeira do Aiuruoca;
  • Birdwatching (Observação de Aves): o Itatiaia é considerado um dos melhores locais do mundo para a observação de aves, o que pode ser feito tanto na Parte Baixa quanto na Parte Alta
  • Butterflywatching (Observação de Borboletas): as borboletas e mariposa podem ser observadas em todo o parque, sendo o horário da manhã o mais adequado;
  • Caminhadas: tanto na parte Baixa quanto na Parte Alta, ao longo das estradas e nas trilhas abertas à visitação;
  • Ciclismo em áreas permitidas: nas estradas, tanto na Parte Alta quanto na Parte Baixa
  • Escalada: especialmente nas formações rochosas na Parte Alta (Camelo, Couto, Prateleiras, Agulhas, Altar, etc) e na Parte Baixa, no Último Adeus;
  • Montanhismo: especialmente na Parte Alta, com diversas trilhas, travessias e escaladas; na Parte Baixa, a Trilha dos Três Picos oferece uma caminhada no meio da mata com um dia de duração
  • Observação de fauna: em todo o parque, ao longo das trilhas e estradas abertas ao público;
  • Piquenique nas áreas permitidas: quiosques do Lago Azul, gramados do Centro de Visitantes na Parte Baixa. Na Parte Alta no Abrigo Rebouças e em diversos atrativos, como Altar, Base das Agulhas e Base das Prateleiras;




Véu de noiva








Poço do Maromba     

                                                                                               

Lago azul







Centro de Visitantes



Museu da flora e fauna











                                      Mirante do último Adeus




Cada vez que vou ao parque aprecio algo diferente, amo estar nesse lugar e poder contemplar essas belezas naturais. 




quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Festival A ARTE É O BICHO

Muitos de vocês  sabem que eu sou bailarina de danças orientais e como amante da arte e dos animais gostaria de convidar vocês para um grande  evento o Festival  a Arte é o Bicho ,desenvolvido e produzido pelo Bellydance solidário  , O objetivo do projeto é realizar ações culturais e educacionais, visando estimular as diversas manifestações artísticas e conscientizar as pessoas no respeito aos animais e ao meio ambiente. O Bellydance Solidário (BDS) é um grupo formado, em sua maioria, por bailarinas de danças árabes, e foi fundado em 2012 por Nitya Montenegro.
Um de seus subprojetos é a realização de eventos cuja renda é totalmente revertida para abrigos e ONGs do Rio de Janeiro que lutam pela causa animal. O nosso grupo já realizou 3 eventos com sucesso de organização e de público (dois DesapegArte e um DesapegArte + A Dança é o Bicho).
O festival de 2014 será intitulado A Arte é Bicho! e reunirá várias danças e outras manifestações de arte, com ou sem a temática "amor pelos animais". Também contará com uma semana de atividades de conscientização para a população local. Nosso público é de todas as idades, amantes das artes e dos animais.
Além dos eventos são atividades do grupo: A Cia de Dança do Projeto;
O Flash Mob pelos Direitos dos Animais;
O Bazar DesapegArte;
Os Workshops Solidários; e
Os convênios com outros Projetos Sociais.
 
 

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Dicas de leitura - Aprendendo com os Selvagens



Gostaria de compartilhar com vocês uma dica de leitura , de vez em quando dou um "rolé" no poupa tempo ( lugar onde se oferece em um mesmo local diversos serviços de natureza pública ao cidadão Carioca ) pois lá tem um stand do projeto mais leitura onde é possível comprar livros de inúmeros temas como : medicina , literatura, arte, administração, romance , infantil... enfim uma grande diversidade de livro pelo preço simbólico de R$ 2,00 ou 3,00.
  
Minha ultima leitura foi Aprendendo com os Selvagens que narra as experiências emocionantes e hilariantes de J. Maarten Troost e sua esposa Sylvia. Quando decidiram mudar-se da frenética Washington para Vuanatu , um pequeno país composto por 83 ilhas perdido em meio ao Pacífico Sul.

Enquanto Sylvia transfere seu escritório para Vuanatu , Maarten mergulha na cultura das ilhas uma inusitada combinação de costumes milenares dos nativos com o imperialismo britânico e influências francesas . Na prática isso significa que apesar de morar na casa mais confortável que já vira, Marteen toma inúmeros porres de "kava" a misteriosa bebida local, desbrava um imenso inferno de magma e uma cascata de bombas de lava no vulcão mais acessível do mundo e topa com resquícios nenhum pouco animadores de uma das principais tradições dos nativos , o canibalismo , que, ao contrário do que muitos lhe disseram não havia sido totalmente esquecido.

  A medida que eu ia lendo o livro imagina cada lugar que ele citava até que ao terminar de ler o livro fui para o google e pesquisei imagens dos lugares que ele mencionou no livro  e simplesmente choquei com tanta beleza que superava e muito tudo que eu imaginava.

#ficaadica 

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Jardim Botânico do Rio recebe exposição Orquídeas da privavera.

Eu não perco, duas vezes ao ano visito o Jardim Botânico a exposição realizada pelo OrquidaRio Orquidófilos e associados .
Inúmeras espécies  vão embelezar ainda mais  o Orquidário do Jardim Botânico do Rio de Janeiro nos dias 5,6 e 7 de Setembro . É a exposição 'Orquídeas da Primavera " que já faz parte da programação da cidade e vem deixando os cariocas e visitantes encantados e estimulados a cultivar essas belezuras.
Além da exposição de orquídeas e da mostra de fotos, o evento conta também com uma extensa programação, incluindo vendas, teatro infantil, curso, oficinas, palestra . As inscrições para as atividades serão feitas no local, durante o evento. 










PROGRAMAÇÃO
Dia 5/9 – 6ª feira
8h  às 17hVisita pública - Exposição e vendas
9, 13 e15hOficina de cultivo básico de orquídeas
11hTeatrinho infantil – Grupo Papavento
14hPalestra: “Pragas e Doenças” com Luciano Henrique Ramalho
Dia 6/9 - sábado
8h  às 17hVisita pública - Exposição e vendas
9h30 às 12h30Oficina de Ilustração Botânica com Dulce Nascimento (vagas limitadas)
9, 13 e15hOficina de cultivo básico de orquídeas
11hTeatrinho infantil – Grupo Papavento
14hPalestra: “Micro orquídeas” com  Carlos Roberto de Azevedo

Dia 7/9 – domingo
8h  às 17hVisita pública - Exposição e vendas
9 hOficina de cultivo básico de orquídeas
9 às 13hCurso “As Orquídeas e seu Cultivo”  (1ª parte)
com  Delfina Araújo e Carlos Manuel de Carvalho
11hTeatrinho infantil – Grupo Papavento
14h30 às 16h30Curso “As Orquídeas e seu Cultivo”  (2ª parte)
“Prática de Reenvasamento” com  Ricardo Figueiredo
15hEntrega da premiação
17hEncerramento da Exposição
                         
Obs.: Com exceção do Curso de Cultivo (R$ 80,00) e da Oficina de Ilustração Botânica
(R$ 50,00), todas as outras atividades são gratuitas. Informações e inscrições no local, durante o evento.

Atenção!  Associe-se à OrquidaRio e ganhe o curso de cultivo (apenas R$140,00 por ano).












Local: Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Data: de 5 a 7 de Setembro de 2014
Endereço: Rua Jardim Botânico, 1008
Horário: Das 8h às 17h
Ingresso do Jardim Botânico: R$ 6,00
Entrada franca para maiores de 60 anos, crianças até 7 anos, estudantes uniformizados da rede pública e deficientes, com direito a um acompanhante.
Informações: (21) 2512-7204
Estacionamento: no Jockey Club, em frente à Praça Santos Dumont
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...